Quem tem alguma noção de JavaScript pode agilizar algumas tarefas utilizando marcadores/favoritos escritos nessa linguagem. Você pode adicionar funcionalidades que muitas vezes só são disponibilizadas por meio de plugins, e nem sempre é interessante ter um monte de plugins instalados para poder fazer coisas simples.

Vamos criar um marcador simples, passo a passo, para que até quem ainda não conhece JavaScript possa começar a entender. A funcionalidade que vamos implementar é a de adicionar a página atual ao Delicious, um serviço de marcadores social.

Se estiver no Firefox (não achei opção parecida no Internet Explorer, apesar de teoricamente o link também funcionar), clique em Favoritos->Organizar favoritos, e em seguida clique com o botão direito do mouse sobre o item Menu favoritos. Clique na opção Novo favorito e preencha da seguinte forma:

  1. Nome: digite Adicionar ao Delicious
  2. Endereço: coloque javascript:window.location="http://www.delicious.com/post?url="+encodeURIComponent(window.location)+"&title="+encodeURIComponent(document.title)
  3. Os campos Marcadores e Descrição são opcionais.

Sobre o endereço: a parte "javascript:" diz ao navegador que esse endereço é na verdade um código em JavaScript. "window.location=" informa que deve ser acessado o endereço Web a seguir. O endereço deve estar entre aspas, e podemos concatenar usando sinais de "+". Neste caso, utilizamos a função encodeURIComponent(window.location), que retorna o endereço da página atual codificado para URL, e a função encodeURIComponent(document.title), que retorna o título do documento/página atual também codificado.

A funcionalidade criada aqui foi bem simples, existem muitos recursos que podem ser utilizados dessa forma. Entretanto, serve para o nosso propósito de demonstrar como criar favoritos que podem simplificar a sua navegação na Internet.

Leia também

Ultimamente tenho procurado me preocupar menos com alguns detalhes pouco importantes do sistema operacional. Pode ser que tenha menos "controle" sobre o sistema, mas perco menos tempo com tarefas que para mim são desnecessárias. Por isso passei a usar como distribuição Linux principal o Ubuntu.

O Ubuntu tem um instalador gráfico muito simples de usar, mas que não deixa muitas opções de instalação (efeitos colaterais da simplicidade =). Existe também um CD alternativo que traz algumas opções a mais, como LVM e criptografia do sistema. Eu já tinha baixado o instalador gráfico quando me interessei pela ideia do LVM, então tive que procurar uma forma de instalar no modo gráfico mas utilizando os volumes lógicos.

Acabei seguindo dois tutoriais diferentes, que para o que eu precisava se complementaram. Deixo os links logo abaixo. Para iniciar, tenha em mãos o LiveCD do Ubuntu e de preferência um HD com espaço para novas partições.

Link 1. How-To: Install Ubuntu on LVM partitions
Link 2. Installing Ubuntu 8.04 on LVM2

Na primeira parte da instalação, formatação dos discos, segui o link 1, até a seção "Preparing the environment", mas para a instalação propriamente dita tive que tomar como base o link 2, apenas modificando os nomes dos volumes para os que criei anteriormente.

Leia também

O domínio da prática de digitação é importante para qualquer pessoa que utiliza computador com frequência, especialmente para quem trabalha com digitação de textos ou programação. Procurar visualmente as teclas pode representar uma sensível perda de tempo, enquanto o uso de todos os dedos das mãos para digitar significa maior aproveitamento e menor sobrecarga sobre eles.

Software no Windows

Procurar um programa para efetuar determinada tarefa no Windows é algo fácil e ao mesmo tempo desanimador. Sim, são várias as opções, mas a maioria é problemática.

Estava procurando um programa para criar imagem ISO a partir de um CD. Encontrei muitos, instalei um, o IsoBuster, mas apesar das muitas funções que ele oferece, é muito "pesado" e ainda shareware. Fora de cogitação.

Digo isso em relação ao Windows porque quando procuro algo para a mesma tarefa no Linux, pode ser que ache menos opções, mas geralmente consigo algo leve e funcional, além de livre.

Leia também

Próxima »